Gabinete: Vereador Sandro Severo participa de lançamento do Instituto Pietro

O vereador faz parte da diretoria da instituição

20/03/2019 - Foi lançado, oficialmente, na última segunda-feira, 18,o Instituto Pietro, o IPietro, no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O instituto, Idealizado e presidido pelo ex-deputado federal,  Beto Albuquerque, que há 30 anos perdera o filho Pietro, vítima de leucemia,  é composto por 55 sócios fundadores, entre eles, o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, que também foi acometido por leucemia durante a infância.

O IPietro tem como objetivo principal ajudar pacientes e famílias de portadores de doenças que necessitam de transplantes de medula. “O Instituto Pietro é realidade. Somos 55 associados fundadores. Um time que vai lutar pela vida, por mais doadores e transplantes de medula, mais pesquisa, apoio aos hospitais transplantadores, transplantados e familiares. Pietro estaria completando 30 anos e o Instituto é o nosso presente para ele. Sua perda se transformou na luta de muita gente”, disse Beto Albuquerque.

A atividade contou com a presença do vereador Sandro Severo (PSB). "Fico grato de poder participar como sócio fundador do Instituto Pietro e fazer parte da Diretoria do Instituto, e através dela buscar projetos para ampliar os doadores, é conscientizar as pessoas e iniciativa privada para somar esforços e juntos lutarmos contra o câncer de Medula, ao lado do Presidente e meu amigo  da Instituição Beto Albuquerque", falou. 

Entre os 55 sócios fundadores estão os médicos Fernando Antônio Lucchese (cardiologista), José Peixoto Camargo (pneumologista), João Gabbardo dos Reis (Ministro substituto da Saúde), Marcelo Capra (hematologista), os jornalistas André Machado e Roberta Salinet, prefeitos como Luciano Azevedo (Passo Fundo) e Leonardo Pascoal(Esteio), os deputados federais Franciane Bayer e Dalciso Oliveira, além de pesquisadores, representantes do Ministério Público, empresários, publicitários, acometidos pela doença e familiares..

Presente no ato, o ex-diretor do Redome, Luiz Fernando Bouzas, destacou o crescimento do número de doadores cadastrados nos últimos anos, resultado da mobilização da sociedade motivada em grande parte pela Lei Pietro. “Em 2018 eram apenas 750 mil doadores cadastrados no Brasil. Hoje somos mais de 5 milhões. Graças a um acordo que permitiu a unificação dos cadastros internacionais, temos 27 milhões de chances de acharmos um doador compatível. O Beto é um exemplo para todos nós, pois transformou toda a sua dor em energia positiva, trazendo esperança para muita gente.

O Ipietro também conta com o apoio do Ministério Público. Júlio César de Melo lembrou que a instituição já abraçou a causa na última Semana de Mobilização Nacional para Doadores de Medula Óssea ao cadastrar seus servidores no Redome.

O ministro substituto da Saúde e sócio fundador, João Gabardo dos Reis, falou sobre a importância de garantir mais leitos para os transplantes. “Tive o prazer de ver inaugurada em Brasília, mais uma unidade para transplantes, que também leva o nome Pietro Albuquerque. Precisamos trabalhar para aumentar estas unidades, pois muitas vezes se identifica um doador, mas não há condições de realizar o transplante por falta de leitos. Tenho a certeza que Pietro de onde está seguirá ajudando inúmeros Pietros”.

Terezinha Bobsin - Reg prof MTb/RS 7156

Fonte: PME

 

registrado em:
MatIndutt disse:
14/06/2019 11h17
Achat De Viagra En Belgique Predisone Without Perscription Canada <a href=http://hxdrugs.com>cheap cialis online</a> Ersatz Viagra
Comentários foram desativados.